Câmara M. D.R.P
  • A+
  • Aa

Data de publicação 04/03/2021.

Erro ao carregar imagem

MARÇO: O MÊS DAS MULHERES

Sabemos que o dia 8 de março é considerado o Dia Internacional da Mulher. Muito além dessa data, o mês de março é considerado um mês de luta pelos direitos das mulheres. Vamos entender melhor! Leia. 

DATA COMEMORATIVA

No início, esse processo de luta histórica das mulheres estava muito ligado a questão de desigualdade salarial. Mas como o passar do tempo, foi observado que era necessário lutar por outros direitos para as mulheres na sociedade. Por isso, atualmente essa luta envolve a desigualdade salarial, mas também a luta contra a violência e o machismo.  

HISTÓRIA POR TRÁS DA DATA

A história que existe pela escolha do dia 8 de março, marca uma série de acontecimentos de mobilização política ao longo do século XX. Na realidade existem duas versões sobre os fatos. Entenda.  

PRIMEIRA VERSÃO

Essa é a versão mais conhecida. A história conta que no dia 8 de março de 1857, mais de 100 operárias morreram carbonizadas em um incêndio que ocorreu nas instalações de uma fábrica têxtil em Nova York. O incêndio teria sido intencional, causado pelo proprietário da fábrica, descontente com as greves e manifestações das operárias.  

Porém, essa história é FALSA!  

DETALHE

No ano de 1910 na cidade de Copenhague (Dinamarca), ocorreu o II Congresso Internacional de Mulheres Socialistas. Nesse evento uma integrante do Partido Comunista Alemão, a Clara Zetkin sugeriu a criação de um Dia Internacional da Mulher. A data, no entanto, ficou em aberto. 

SEGUNDA VERSÃO

Já a segunda versão, afirma que o incêndio de fato ocorreu no dia 25 de março de 1911, em Nova York. A fábrica era a Triangle Shirtwaist Company, foram mais de 140 vítimas, sendo a maioria delas mulheres. Esse acontecimento é um importante marco para a escolha do Dia das Mulheres.  

Os motivos do incêndio foram as inadequadas instalações elétricas que em conjunto à presença de tecido espalhado pelo local e o solo da fábrica encontrou condições perfeitas para o fogo.

IMAGINEM…

Era comum nesse período os proprietários de fábricas trancarem as portas como forma de conter greves e manifestações. Segundo a história, as portas da fábrica Triangle estavam trancadas quando ocorreu o incêndio, por isso o alto número de vítimas.  

CONSEQUÊNCIAS DO OCORRIDO

Apesar da tragédia, foi observado que as condições de trabalho eram péssimas e foi reconhecida a luta e engajamento político das mulheres na busca de melhores condições de trabalho e salários. Dessa luta que surge a necessidade de reconhecer o Dia Internacional da Mulher, pela força que elas representam. Lembram da Clara Zetkin?  

POR ISSO

De fato, o incêndio de 1911, foi sugerido como dia das mulheres. Vários movimentos em busca de concessão de direitos trabalhistas e eleitorais para as mulheres ocorreram nos EUA e Europa, no século XIX.

NA RÚSSIA

O ano de 1917 ficou marcado na Rússia, por um ciclo revolucionário, que inclusive acabou com a monarquia czarista. Nesse cenário no dia 08 de março de 1917, mulheres que trabalhavam no setor de tecelagem entraram em greve. Elas buscaram apoio no setor de metalúrgica da fábrica.  

A data ficou marcada como um grande feito por mulheres operárias, mais uma vez na história.  

FINALMENTE A ESCOLHA DA DATA

Logo após a Segunda Guerra Mundial, o dia 08 de março tornou-se principal data em homenagem as mulheres, sendo consequência da revolução que aconteceu na Rússia. O mês de março também estava associado ao incêndio em Nova York.  

O Dia Internacional da Mulher foi oficializado pela Organização das Nações Unidas como uma data comemorativa somente em 1975. Inclusive, 1975 foi declarado o Ano Internacional das Mulheres, contra as desigualdades e discriminação de gênero em todo o mundo.   

A IMPORTÂNCIA DE AÇÕES A FAVOR DAS MULHERES

Sabemos que ainda hoje são inúmeros os casos de violência contra as mulheres. São episódios de violência doméstica, abuso, assédio, desigualdade no mercado de trabalho e preconceito de gênero, no Brasil e no mundo!

A luta das mulheres também busca ter a voz ativa e poder decidir o que fazer com o próprio corpo, o direito de ir e vir. Por isso, o dia 08 de março é um dia de reflexão. Já os outros dias do ano, são dias de luta a favor do direito delas. 

ALGUMAS MULHERES IMPORTANTES PARA A HISTÓRIA DO BRASIL

Muitas mulheres foram importantes para a história do Brasil. Levaram nossa cultura mundo afora e importantes decisões foram tomadas, graças à elas. Conheça algumas.  

1- Um dos fatos mais importantes da história do nosso país, foi a Independência do Brasil, certo? Mas que assinou o decreto de separação entre o Brasil e Portugal? Foi a Maria Leopoldina, que estava como Princesa Regente do Brasil, ausência de Dom Pedro. Interessante, não é?  

Imperatriz-Leopoldina

2- Uma outra mulher importante na história foi a Princesa Isabel, filha de Dom Pedro II. Após o falecimento dos seus irmãos, ela viria a tornar-se a herdeira do trono brasileiro. Dom Pedro II costumava viajar e a deixava como a Princesa Regente do país. Na última viagem que realizou seu pai, ela assinou a Lei Áurea, que aboliu a escravidão no Brasil, em 1888.  

DICA

Quer saber mais sobre a história do Brasil? Participe do nosso Walking Tour Centro e Lapa. Divirta-se e aprenda mais detalhes sobre o país, visitando os principais pontos onde a história aconteceu.  

3- A Chiquinha Gonzaga, foi uma compositora, pianista e maestrina. Ela nasceu no Rio de Janeiro, pianista autodidata, estreou a opereta “A Corte na Roça” e chamou a atenção de produtores da época. Tornou a primeira maestrina brasileira.

Era engajada nas causas abolicionistas e a favor dos direitos femininos. Percursora de famosas marchinhas de carnaval, deixou mais de 2 mil composições. Como homenagem, o dia do seu nascimento, 17 de outubro foi declarado como o Dia Nacional da Música Popular Brasileira.  

4- A pintora e desenhista Tarsila do Amaral, também faz parte dessa lista. Importante na composição dos grandes nomes de artistas modernistas brasileiros. Foi a Tarsila que pintou a obra mais cara de um artista brasileiro: o Abaporu.  

5- E a Carmen Miranda? A portuguesa mais brasileira do mundo! Ela e a irmã Aurora, interpretavam marchinhas e samba nas rádios. Logo chamou atenção do meio musical e se tornou uma cantora popular de sucesso. Ela possuía características bem marcantes que a tornaram um grande ícone da música e difundiu a cultura brasileira pelo mundo.   

Essas são apenas algumas das muitas mulheres que realizam grandes feitos e marcaram a época e que devem ser lembradas com orgulho, por suas conquistas.  

VALE RESSALTAR

As mulheres tem conquistado um papel importante nas ciências, artes e música brasileira. Além disso, o carnaval está marcado por blocos criados por mulheres. Elas participam da organização, da banda, do corpo artístico e vários outros espaços. Leia mais sobre os blocos de Carnaval no Rio de Janeiro.

NO RIO DE JANEIRO

Em homenagem ao Dia Internacional das Mulheres, dois dos principais pontos turísticos na cidade fizeram algo especial.  

Cristo Redentor foi iluminado com a cor lilás em celebração ao mês dedicado às lutas e conquistas femininas.

Já o Bondinho do Pão de Açúcar ofereceu a promoção “Comemorativo Mulheres”. Esta promoção consistia na venda de ingressos ao preço de R$ 10,00 para as pessoas do sexo feminino. Assim, elas poderiam visitar a atração e comemorar à data em homenagem as mulheres.  

PELO BRASIL

Em alguns outros estados do país, o dia 08 de março foi marcado por passeatas, manifestações e movimentos a favor dos direitos da mulher. Alguns eventos seguem durante todo o mês.  

 

fonte: https://freewalkertours.com/pt-br/marco-o-mes-das-mulheres-entenda-o-motivo/


Outras Notícias

Guia turístico de Dores do Rio Preto

O que você precisa saber sobre o novo Coronavírus

Emancipação Política de Dores do Rio Preto

Dia da Promulgação da Primeira Constituição Republicana

Dia nacional do movimento municipalista brasileiro